biologo-exclusiva-controle-ambiental

A importância de um biólogo

março 10, 2014 Publicado por excontrol - Nenhum Comentário

Fazer uma dedetização controlando ou mesmo eliminando uma praga ou vetor, é, em última análise, uma intervenção que pressupõe bons conhecimentos da biologia e da ecologia da espécie daninha em questão. E essas são tarefas de biólogos e ecólogos. Assim, uma das mais importantes exigências da Feema (Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente) para a abertura de uma empresa de dedetização é que esta possua ao menos um profissional de nível superior especializado no controle de pragas.

Com a contratação de um biólogo para atuar junto à empresa de dedetização, esta estará cumprindo com a norma estabelecida, ou seja, estará cumprindo um pré-requisito básico e, além disso, estará garantindo maior segurança e confiabilidade ao contratante em relação aos serviços de dedetização.

A formação do profissional em Biologia ou Ecologia garante o conhecimento das pragas e vetores (identificação), bem como de seu modo de vida, o que envolve aspectos como sua alimentação, abrigos, ciclos reprodutivos, estratégias de defesa entre outras. Essa formação permite ainda a compreensão dos aspectos relativos aos riscos a saúde humana e o meio ambiente, que podem advir do uso inadequado de agentes físicos, químicos ou biológicos como os utilizados no combate a ratos e insetos. Ao coordenar o processo de dedetização, o profissional com formação em Biologia ou Ecologia evita que erros sejam cometidos e minimiza os riscos envolvidos com a administração destas substâncias.

A utilização de serviços de uma controladora de pragas que não possua um profissional qualificado, além de não estar cumprindo com um requisito estabelecido pela Feema, pode prejudicar os ocupantes da residência pelo fato de que a utilização de agentes químicos, quando não aplicados da maneira correta (com equipamentos especializados e com um preparo ideal desde a diluição exata até a aplicação), pode trazer riscos de contaminação por inalação, podendo causar reações alérgicas e problemas respiratórios, dentre outros.

A utilização incorreta dos produtos de desinfestação ou o manejo inadequado pode, também, contaminar lençóis freáticos (tornando a água imprópria para o consumo humano e para a utilização em lavouras), além de afetar outros organismos vivos que não sejam denominados pragas, como insetos polinizadores (dependendo da localidade da dedetização), o que pode gerar um sério desequilíbrio ambiental ao afetar a polinização de plantas e provocar desequilíbrios na população de outros animais dependentes daquela determinada espécie de inseto, naquela área específica.

Portanto, contratar uma empresa controladora de pragas (dedetizadora) que possua um biólogo ou ecólogo especializado é uma forma de se obter segurança, pois o contratante saberá que esta empresa estará cumprindo com as normas estabelecidas e que possui funcionários bem preparados, que saberão tomar as devidas precauções para que nenhum tipo de acidente ocorra e tomarão as melhores providências caso algum problema seja detectado, trazendo tranqüilidade e confiança ao cliente.